Ideias privadas, memórias públicas…

Ideias privadas, memórias públicas…

O blog de Luciano Caroso: etnomusicologia, ciberspaço, tecnocultura e outros bichos

Ideias privadas, memórias públicas… RSS Feed
 
 
 
 

Mensagem de Natal e Ano Novo ou dos Xokleng aos Animês; de Turistas aos 90,7%: a esculhambação do Brasil pelos brasileiros

Nestes últimos dias do ano de 2006, duas mensagens de indignação reincidiram em minhas caixas postais eletrônicas: uma sobre o tal filme Turistas, que “conta a história de 6 jovens americanos que vêm ao Brasil de férias, tomam uma caipirinha com ‘boa noite cinderela’, são assaltados, sequestrados, torturados e por fim têm os órgãos roubados por traficantes da indústria negra dos transplantes”. A mensagem conclama os brasileiros a boicotar a tal película. Uma outra (com algumas variantes) convoca-nos a assinar petições de repúdio aos já famosos 90,7% de aumento salarial auto-concedido aos nossos “carentes” parlamentares.
São duas questões que mexem com a identidade nacional e que se agrupam. Mas não devem ser o nosso dever de casa. Explico: um “overmano” (assim é chamado o frequentador do site Overmundo) falou, sobre o movimento de boicote ao filme Turistas: “Não precisa ninguém esculhambar a gente lá fora. Nós nos esculhambamos por aqui mesmo”. Isto é que parece ser fundamental: uma reflexão acerca da verdade proferida por este lúcido overmano. Afinal, quem coloca deputados no congresso? Quem fornece rico conteúdo para que os jornais internacionais alardeiem os assaltos, os sequestros e o caos do deficiente visual espaço aéreo brasileiro?
Não estou querendo dizer com isso que tais mensagens sejam reclames ilícitos. Muito pelo contrário. Acho porém que são tentáculos de um problema maior: a esculhambação do Brasil pelo próprio brasileiro. No dia em que verdadeiramente tomarmos consciência e passarmos a exercer o papel que cada um de nós tem na desconstrução desta cultura auto-destrutiva, não haverá espaço para locupletação de deputado nem pra filme gringo de quinta categoria, com visão distorcida sobre o nosso país.
Nós somos um povo extraordinário. Dos Xokleng aos Animês existe um imenso rizoma que liga as incontáveis caras e culturas de uma gente predestinada ao bem e ao sucesso. Eu acredito piamente nisto e tenho muito orgulho de ser brasileiro!

QUE NÃO SÓ NESTES NATAL E ANO NOVO O ESPÍRITO DE SOLIDARIEDADE E DE AMOR AO PRÓXIMO NOS CONTAGIE.
QUE SEJAMOS, A CADA MOMENTO, BRASILEIROS DIGNOS DE NÃO SEREM DEPRECIADOS NEM ENGANADOS POR NINGUÉM!

Faça um comentário

Youtubecriando

Conexões

Bibliografia

Etnomusicologia do virtual

Conteúdo licenciado

Twitando…

Siga Luciano Carôso no Twiter

Alter Ego

RSS Carta Náutica

Arquivo

Categorias

Amigos

  • No bookmarks avaliable.

Wikipedia Affiliate Button